28 de junho de 2012

Servidores federais da Educação realizam ato público na Lagoa


Os servidores públicos federais realizam nesta quinta-feira (28/6) um ato público no Parque Solon de Lucena, Centro da Capital, para protestar contra o descaso do Governo com a área da educação no País. A atividade terá início às 8h, com concentração em frente à loja Esplanada, e está prevista para terminar às 12h. À noite, às 19h, os servidores públicos em greve farão panfletagem durante o show do cantor Santana, no Ponto de Cem Réis, no Centro de João Pessoa.

No caso dos professores da UFPB, a greve já dura 42 dias. A estimativa é de que entre 90% e 95% dos 2,3 mil docentes da instituição tenham parado as atividades. Cerca de 43,9 mil alunos estão sendo afetados.

Até o momento o governo só participou de uma reunião de negociação com os professores, no dia 12 de junho. Nesse encontro, o secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Planejamento (SRT/MP), Sérgio Mendonça, garantiu apresentar uma proposta na reunião seguinte, que ficou marcada para o dia 19. Entretanto, um dia antes, o encontro foi cancelado, com a justificativa que não houve condições de organizar uma reunião com toda a equipe do governo para que fossem discutidas as propostas e seus impactos financeiros para 2013.

Na última terça-feira (26/6), na sede da Adufpb (Sindicato dos Professores da UFPB), no Campus I da UFPB, em João Pessoa, representantes dos Comandos de Greve dos professores e dos servidores da Universidade e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB), estudantes, professores, técnicos e lideranças dos movimentos sociais na Paraíba deliberaram sobre a estrutura dos eventos que serão realizados nesta e na próxima semana.

Na mesma reunião, o coletivo fez encaminhamentos para o ato público intitulado “A educação vai à praça”, que será realizado na próxima quarta-feira (4/6), das 8h às 16h, no Ponto de Cem Réis, no Centro de João Pessoa. Durante a atividade, os servidores da educação federal na Paraíba vão apresentar projetos de extensão e serviços à comunidade. Nos dois eventos, serão distribuídos material impresso à população esclarecendo sobre a crise da educação federal no País e as reivindicações da categoria.

Já no dia 6 (sexta-feira), os trabalhadores realizam uma Audiência Pública no Auditório da Antiga Faculdade de Direito, na Praça João Pessoa, Centro, com a participação das bancadas do Estado no Congresso Nacional. Nesse sentido, os comandos de greve das instituições já enviaram convite aos parlamentares.

Participaram da reunião na UFPB, o comando local de greve da Adufpb, do Sintespb, representantes do Hospital Universitário, do Centro de Ciências da Saúde, Assessoria de Imprensa do Sintefpb, Canal Levante, Coletivo da Saúde, Fórum em Defesa do SUS, Fórum da Saúde, ANEL, Movimento Correnteza, representantes do movimento dos estudantes secundarista do IFPB, Codesc-UFPB, CCHLA-UFPB e CSP-CONLUTAS.

Fonte: Ascom ADUFPB e SINTEFPB


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário