15 de junho de 2012

Salário Nominal vs. Salário Real


Para a maioria das famílias brasileiras o salário a principal fonte de renda, neste contexto o salário é quem determina o consumo dessas famílias. Por este motivo, o salário é analisado não apenas em termos monetários (o chamado salário nominal), mas também em termos da quantidade de bens que com ele se consegue adquirir (o salário real). Desta forma, a questão das variações salariais está intimamente ligada com as variações dos preços: se, por exemplo, os salários aumentarem menos do que o nível geral de preços (ou seja, do que a inflação), a quantidade de bens que os trabalhadores conseguem adquirir reduz-se, ou seja, apesar do salário nominal ter aumentado, o salário real reduziu. Desta forma temos em resumo que os trabalhadores sofreram uma quebra no poder de compra. 

Tabela de confronto entre salário mínimo nominal e salário mínimo necessário - de Janeiro de 2005 a Março de 2012

2012
 Mês
Salário mínimo nominal 
Salário mínimo necessário
Janeiro       
R$ 622,00
R$ 2.398,82
 Fevereiro
 R$ 622,00
 R$ 2,323,21
 Março
 R$ 622,00
 R$ 2,295,58
2011
 Mês
Salário mínimo nominal 
Salário mínimo necessário
Dezembro
R$ 545,00
R$ 2.329,35
Novembro 
 R$ 545,00
 R$ 2.349,26
Outubro 
 R$ 545,00
 R$ 2.329,94
Setembro
 R$ 545,00
 R$ 2.285,83
Agosto
 R$ 545,00 
 R$ 2.278,77
Julho 
 R$ 545,00
 R$ 2.212,66
Junho 
R$ 545,00
R$ 2.297,51
Maio 
R$ 545,00
R$ 2.293,31
Abril 
R$ 545,00
R$ 2.255,84
Março 
R$ 545,00
R$ 2.247,94
Fevereiro 
R$ 540,00
R$ 2.194,18
Janeiro 
R$ 540,00
R$ 2.194,76
2010
Dezembro 
R$ 510,00
R$ 2.227,53
Novembro 
R$ 510,00
R$ 2.222,99
Outubro 
R$ 510,00
R$ 2.132,09
Setembro 
R$ 510,00
R$ 2.047,58
Agosto 
R$ 510,00
R$ 2.023,89
Julho 
R$ 510,00
R$ 2.011,03
Junho 
R$ 510,00
R$ 2.092,36
Maio 
R$ 510,00
R$ 2.157,88
Abril 
R$ 510,00
R$ 2.257,52
Março 
R$ 510,00
R$ 2.159,65
Fevereiro 
R$ 510,00
R$ 2.003,30
Janeiro 
R$ 510,00
R$ 1.987,26
2009
Dezembro 
R$ 465,00
R$ 1.995,91
Novembro 
R$ 465,00
R$ 2.139,06
Outubro 
R$ 465,00
R$ 2.085,89
Setembro 
R$ 465,00
R$ 2.065,47
Agosto 
R$ 465,00
R$ 2.005,07
Julho 
R$ 465,00
R$ 1.994,82
Junho 
R$ 465,00
R$ 2.046,99
Maio 
R$ 465,00
R$ 2.045,06
Abril 
R$ 465,00
R$ 1.972,64
Março 
R$ 465,00
R$ 2.005,57
Fevereiro 
R$ 465,00
R$ 2.075,55
Janeiro 
R$ 415,00
R$ 2.077,15
2008
Dezembro
R$ 415,00
R$ 2.141,08
Novembro 
R$ 415,00
R$ 2.007,84
Outubro 
R$ 415,00
R$ 2.014,73
Setembro 
R$ 415,00
R$ 1.971,55
Agosto 
R$ 415,00
R$ 2.025,99
Julho 
R$ 415,00
R$ 2.178,30
Junho 
R$ 415,00
R$ 2.072,70
Maio 
R$ 415,00
R$ 1.987,51
Abril 
R$ 415,00
R$ 1.918,12
Março 
R$ 415,00
R$ 1.881,32
Fevereiro 
R$ 380,00
R$ 1.900,31
Janeiro 
R$ 380,00
R$ 1.924,59
2007
Dezembro
R$ 380,00
R$ 1.803,11
Novembro 
R$ 380,00
R$ 1.726,24
Outubro 
R$ 380,00
R$ 1.797,56
Setembro 
R$ 380,00
R$ 1.737,16
Agosto 
R$ 380,00
R$ 1.733,88
Julho 
R$ 380,00
R$ 1.688,35
Junho 
R$ 380,00
R$ 1.628,96
Maio 
R$ 380,00
R$ 1.620,64
Abril 
R$ 380,00
R$ 1.672,56
Março 
R$ 350,00
R$ 1.620,89
Fevereiro 
R$ 350,00
R$ 1.562,25
Janeiro 
R$ 350,00
R$ 1.565,61
2006
Dezembro 
R$ 350,00
R$ 1.564,52
Novembro 
R$ 350,00
R$ 1.613,08
Outubro 
R$ 350,00
R$ 1.510,00
Setembro 
R$ 350,00
R$ 1.492,69
Agosto 
R$ 350,00
R$ 1.442,62
Julho 
R$ 350,00
R$ 1.436,74
Junho 
R$ 350,00
R$ 1.447,58
Maio 
R$ 350,00
R$ 1.503,70
Abril 
R$ 350,00
R$ 1.536,96
Março 
R$ 300,00
R$ 1.489,33
Fevereiro 
R$ 300,00
R$ 1.474,71
Janeiro 
R$ 300,00
R$ 1.496,56
2005
Dezembro 
R$ 300,00
R$ 1.607,11
Novembro 
R$ 300,00
R$ 1.551,41
Outubro 
R$ 300,00
R$ 1.468,24
Setembro 
R$ 300,00
R$ 1.458,42
Agosto 
R$ 300,00
R$ 1.471,18
Julho 
R$ 300,00
R$ 1.497,23
Junho 
R$ 300,00
R$ 1.538,56
Maio 
R$ 300,00
R$ 1.588,80
Abril 
R$ 260,00
R$ 1.538,64
Março 
R$ 260,00
R$ 1.477,49
Fevereiro 
R$ 260,00
R$ 1.474,96
Janeiro 
R$ 200,00
R$ 1.452,28
Fonte: DIEESE
Obs.: a) Salário mínimo nominal: salário mínimo vigente; b) Salário mínimo necessário: Salário mínimo de acordo com o preceito constitucional "salário mínimo fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender às suas necessidades vitais básicas e às de sua família, como moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, reajustado periodicamente, de modo a preservar o poder aquisitivo, vedada sua vinculação para qualquer fim" (Constituição da República Federativa do Brasil, capítulo II, Dos Direitos Sociais, artigo 7º, inciso IV). Foi considerado em cada mês o maior valor da ração essencial das localidades pesquisadas. A família considerada é de dois adultos e duas crianças, os dois últimos consumindo o equivalente a um adulto. Ponderando-se o gasto familiar, chega-se ao salário mínimo necessário. 

Leia Também: 



Referencias 





Por: Huston Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário