6 de junho de 2012

Estudantes da Paraíba são selecionados para apresentar projeto na Rio+20




Os alunos Vítor Damasceno e Washington Silva, do 3º ano do ensino médio integrado de Manutenção e Suporte em Informática da Escola Estadual de Educação Profissional Presidente Médici, de João Pessoa, desenvolveram juntamente com o professor de Física, Jeimes Campos, um projeto que pretende alertar e reduzir o consumo de energia nas residências de João Pessoa. O projeto foi o único na Paraíba selecionado para participar da Feira de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia da Rio+20, que acontece de 12 a 14 de junho, no Rio de Janeiro.
Na tarde de segunda-feira (4), os alunos apresentaram o projeto ao secretário de Estado da Educação, Harrison Targino, que os parabenizou pela iniciativa. “A escola Presidente Médici é uma referência, porque vai além da normalidade. Então vocês, inquietos, encontraram na escola professores que estimularam essa inquietude e o resultado disso é louvável, é um bom exemplo para a rede estadual de ensino”, destaca o secretário.
Com o título “Desenvolvimento sustentável: diminuição da quantidade de energia consumida de residências da cidade de João Pessoa, através da construção de um software (simulador de consumo), consequentemente diminuição dos impactos ambientais gerados por uma usina hidrelétrica”, o projeto objetiva controlar o consumo de energia por meio do software criado pelos alunos. Através dele, é possível simular o consumo de vários aparelhos elétricos, convertendo para reais os quilowatt-hora.
O software pode ser acessado por computador, celular ou tablet, por meio da plataforma android. “A partir do momento que a dona da casa observa que, além do quilowatt-hora que ela gasta, tem também um valor agregado a ele, ela tem a noção que economizar é bom para o meio ambiente e também para o bolso”, explica o professor Jeimes Campos.
Para o aluno Vítor Damasceno, a importância do projeto se dá pelo fato de levar a racionalização para dentro de casa. “Se você se educa e leva a educação para a sua casa, todos economizarão e, a longo prazo, evitam a criação de novas usinas hidrelétricas no nosso país”, pondera.
Além do curso de Manutenção e Suporte em Informática, que atualmente conta com 137 alunos, a Escola Estadual de Educação Profissional Presidente Médici possui também os cursos de Eventos, Serviço de Restaurante e Bar e Hospedagem com um total de 427 alunos.


Fonte: secretaria de educação do estado da Paraiba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário