12 de abril de 2012

Prefeitura Municipal de Mari envia nota oficial em relação à acusação de agressão física declarada pela Srª. Erica Morgana



O Prefeito Constitucional do Município de Mari-PB, tendo em vista as declarações dadas pela srª. Erica Morgana, de que a mesma teria sido vítima de agressão física por parte do representante do poder executivo Municipal e ainda, que teria sido alvo de crime de racismo praticado pela 1ª dama do Município, venho de público e em respeito a sociedade, prestar os seguintes esclarecimentos:


1 – que no dia e momento afirmado pela denunciante ou em qualquer outra situação, o prefeito deste Município, bem como, a 1ª dama Srª. Rosineide Cunha, não estiveram envolvidos em nenhum tipo de bate boca ou vias de fato com a denunciante ou qualquer pessoa presente ao local;

2 – Que não faz parte da índole do Prefeito desta cidade ou da 1ª dama, qualquer ato de violência fisica ou verbal contra os seus munícipes, seja na vida pública ou pessoal, as quais tem sido pautadas pelo respeito e cordialidade de forma indistinta;

3 – Que durante todo o evento, não presenciou ou foi informado da existência de qualquer ato de violência física ou verbal ocorrido naquele recinto ou nas proximidades do mesmo;

4 – Que estranha a existência de um fato tão grave ocorrido diante de milhares de pessoas, inclusive autoridades do Poder Judiciário a exemplo do Desembargador Abrahan Lincoln, Governador em exercício e a Juiza da Comarca de Mari, Draª. Ana Carolina Cantalice, além de várias emissoras de rádio, TV e fotógrafos, ninguém viu ou ouviu falar sobre tal ato, tão pouco foi registrado;

5 – Que a denúncia formulada pela srª Érica Morgana é fruto da prática do "denuncismo" oportunista, barato e desleal, que é  utilizado como instrumento e  uma forma desprezível de fazer política em nossa cidade, adotada pelo grupo político ao qual a denunciante está ligada, liderado pelo Srº Marcos Martins, o qual seu nome também aparece na matéria veiculada, mesmo sem aparentemente estar envolvido no fato denunciado;

Por fim, esperamos que a Srª Érica Morgana apresente as provas dos fatos por ela alegados, sob pena de não o fazendo, adotarmos todas as medidas judiciais cabíveis contra a calúnia oferecida e ao mesmo tempo reafirmamos o nosso compromisso de continuarmos buscando melhorias para a nossa cidade, sem nos determos diante do inconformismo daqueles que tentam denegrir o nosso governo e todos os que a ele estejam aliados.
Mari, 11 de abril de 2012.


ANTÔNIO GOMES DA SILVA
Prefeito


Fonte: COODCOM (Manuel Batista e Wagner Ribeiro)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário