3 de abril de 2012

Gol demite 131 funcionários e corta 80 voos diários

A companhia aérea Gol anunciou hoje (2) a demissão de 131 funcionários. Ao longo das últimas semanas houve ainda 46 adesões à licença não remunerada e 28 pedidos voluntários de desligamento. De acordo com a empresa, a medida garante um quadro de tripulantes condizente com as necessidades operacionais. 

Além das demissões, a Gol também alterou a quantidade de voos diários. Foram reduzidos em torno de 80 voos de um total de cerca de 900 operados diariamente. Em nota, a companhia disse que as medidas foram tomadas para que a empresa possa “adequar-se à nova realidade do mercado, manter seu plano de negócios disciplinado e a sustentabilidade de sua operação”.

A Gol disse ainda que não deixará de atender a nenhum dos 63 destinos nacionais e 13 internacionais que compõem sua malha aérea. “O que está em curso é uma redução de frequências. Esta diminuição, adequada à nova realidade da companhia, manterá a oferta de assentos prevista para 2012”.

A direção do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA) reuniu-se hoje com representantes da Gol para discutir a reestruturação da companhia. A empresa comunicou à entidade que avaliou como necessário o desligamento de 86 pilotos e 45 comissários, todos em fase de admissão ou treinamento.

Segundo nota do sindicato, a entidade tentou evitar as demissões, “mas a companhia foi intransigente. A Gol assumiu com o SNA o compromisso de dar preferência, em novas contratações, aos trabalhadores demitidos”.


Fonte: Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário