7 de fevereiro de 2012

Governo do Estado vai capacitar 17 mil servidores e estudantes em cursos de Educação a Distância


Promover a inclusão social por meio da inclusão digital. Partindo deste princípio, o Governo do Estado tem se dedicado, desde o ano passado, em formar e capacitar professores, gestores e alunos da rede estadual de ensino, através de cursos desenvolvidos na modalidade de Educação a Distância (EAD). Com as turmas a serem iniciadas ainda em 2012, a Gerência de Educação a Distância da Secretaria de Estado da Educação (SEE) espera formar, aproximadamente, 17 mil pessoas até o próximo ano.

A EAD ganha vida baseada na concepção de um ambiente virtual de aprendizagem. O projeto desenvolvido pela SEE utiliza o Moodle, uma plataforma tecnológica usada em todo o mundo, para execução de cursos de educação a distância. Com ele, é possível transformar um computador conectado à internet em uma sala de aula virtual.

“Hoje em dia, a juventude vive em meio às tecnologias digitais. Cabe a nós propor ações para aplicar essas tecnologias à educação. E é isso o que temos feito”, explicou Edwin Giebelen, gerente de Educação a Distância e administrador do ambiente virtual que concentra os cursos desenvolvidos pelo Governo Estadual.

O primeiro curso realizado pela SEE na modalidade à distância foi o de Novas Formas de Ensino-Aprendizagem, ainda no ano passado, voltado especificamente para os gerentes da própria secretaria. “Foi um trabalho realizado para o público interno, pois, para começarmos as atividades, era preciso conscientizar os técnicos da secretaria sobre a funcionalidade e a importância da EAD”, explicou Edwin.

Segundo ele, a inclusão social obrigatoriamente tem que passar pela inclusão digital. “Nos tempos atuais, qualquer cidadão tem que se inserir no mundo digital para ter acesso a informações, a vagas de emprego, a dados financeiros, entre outros. Enfim, quem não estiver incluído digitalmente, não está incluído socialmente. Este é um princípio básico para nós. Isso é a base de tudo”, destacou.

Cursos – Atualmente, o Governo do Estado está em andamento com sua primeira turma voltada para o público externo. Trata-se do curso de “Educação para as relações etnicorraciais”, específico para professores da rede estadual. Ele teve início em novembro passado e se estende até o próximo mês de março, contando com quase dois mil participantes.

Em abril, cerca de 1.600 diretores e vice-diretores das escolas estaduais vão iniciar o curso de Capacitação de Gestão Escolar, por meio de parceria do Governo do Estado com o Conselho Nacional de Secretarias de Educação (Consed). Já a formação continuada dos professores – processo que engloba um contingente de 13 mil educadores -, este ano, será realizada pela EAD. Por fim, 300 alunos do Ensino Médio vão começar, no próximo mês de agosto, quatro turmas piloto de ensino técnico-profissionalizante, com o curso de Segurança no Trabalho. Estes dois últimos cursos devem ser concluídos em dezembro de 2013.

“Desta forma, com a realização de todos eles, estaremos formando, até o próximo ano, quase 17 mil pessoas, pela EAD. Entretanto, este número pode crescer ainda mais, já que contabiliza apenas os cursos já autorizados. Outros podem surgir neste período, atendendo a novas demandas”, complementou Edwin.


Fonte: Site do Governo da Paraíba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário